Novo Blog


Acesse o novo blog DENIS CRUZ - EDUCAÇÃO. O blog é especialmente destinado para educadores e contém Projetos de Leituras dos livros e contos de Denis Cruz.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

X-Men e seu fabuloso evolucionismo.

Como diria a garotada: Fala Sério! X-Men são incríveis*.

Os poderes desses super heróis são os mais diversos: absorção e expulsão de energias diversas, agilidade, manipulação do clima e de elementos (água, terra, ar, fogo), cura instantânea, super força, capacidade de vôo, teletransporte, pele metálica e impenetrável, intangibilidade, etc., etc., etc. ... A lista de habilidades é do tamanho da imaginação de Stan Lee, um dos criadores dos X-Men.

E sabe qual a justificativa para esses poderes? Nada de acidente tóxico, radioativo ou bichos geneticamente modificados; nada de experiências científicas que deram erradas e geraram um super efeito; nada de seres ou contato alienígenas. Segundo Stan Lee, a EVOLUÇÃO justifica os poderes de seus supers.

Isso mesmo: Os X-Men são o próximo salto evolutivo do Homo sapiens. Uma mutação genética gerou seus super poderes. “E todos dizem Oh! Que incrível!”

É, mas como diz a chamada das histórias em quadrinhos, eles são os “Fabulosos X-Men”. Isto mesmo, tudo não passa de fábula.

É impossível o olho humano produzir raios (Ciclop), ou podermos atravessar paredes (Lince Negra), ou nossa pele revestir-se de metal impermeável (Colossus), ou nos teleportarmos de um lugar para o outro (Noturno), ou controlarmos o clima (Tempestade), etc.

O organismo humano não possui estrutura para, simplesmente, em virtude de uma repentina mudança genética, passar por indescritíveis mudanças e adaptações que gerariam esses e outros super poderes.

Falei o óbvio? Todo mundo já sabia disso?

Será? Mas por que querem acreditar numa fábula chamada evolucionismo? Eles acreditam nesses “BOONS” evolutivos de alguns órgãos e sistemas. O olho é um clássico exemplo. Seria impossível ele ter, simplesmente, evoluído gradativamente. A própria visão é, por si só, um super poder de incrível complexidade.

O que me dizem, por exemplo, dos sistemas de complexidade irredutível, os quais, segundo Michael Behe, citado no livro “Por que creio” de Michelson Borges, “são aqueles que necessitam de partes múltiplas para funcionarem; se uma parte for removida, o sistema não funciona.

A célula, por exemplo, que é composta por “proteínas, ácidos nucléicos e diversos tipos de máquinas miniaturizadas” e não pode funcionar se qualquer um desses seus compostos for retirado. Não há como justificar a própria existência da célula pelo evolucionismo. Claro, a não ser que você acredite em um BOOM, em um “salto evolutivo” inexplicável, como ocorreu com os X-Men.

Fábula? Ah, tem gente que acredita, meu prezado mutante.

....

* Na verdade eles são “fabulosos”, “Incrível” é o Homem Aranha.

4 comentários:

Aquino disse...

Salve, salve!!!!

O amigo Albani "descobriu" o seu blog e me indicou.

Não lembra de mim, né!!!!

Um tal de CEARÁ, que cursou Direito contigo na Unipar de Guaíra ...rsss

Abraço fraterno.

J. Fernandes (vulgo CEARÁ)

Denis Cruz disse...

Lembro sim Ceará.

Funcionário da receita Federal, nao era?

qualquer cosia add meu msn ai: deniscdacruz@hotmail.com

Elyson Scafati disse...

Dênis, recomendo que procure com urgência uma escola, principalmente uma universidade séria que tenha um curso de biologia decente. Ou que procure ler autores como Gould, Dawkins, Mayr, Freire Maia, Margulis e Sagan, Sandro de Souza e o próprio Darwin.

Comparar X-man a teoria da evolução foi demais. Sua cota de dizer besteiras esgotou-se por este ano.

Quanto a Behe e sua complexidade irredutível, recomendo que leia "A Linguagem de Deus" de Francis Collins.

Quanto às células e sua justificativa por meio da evolução, e um passeio pelo "Talk Origins" o famigerado desmistificador de argumentos "BCO" - Bons para Crentes Otários.

Lá vc encontrará muitas respostas para os mistérios que o atormentam e, claro, sem o envolvimento dos deuses.

Quanto ao livro Por que creio, há muitas impropriedades científicas nele.

Embora eu estime muito o Michelson como pessoa, não posso compactuar com os erros que ele comete, talvez por falta de conhecimento técnico na área.

Teoria da evolução não significa que um gato vire um tigre ou que um cão vire um lobo. Significa seleção sexual aliada à seleção ambiental, combinadas com uma loteria genética a qual trará ou não vantagens a determinada espécie em determinado meio, ou mesmo lhe conferirá a extinção.

Boons evolutivos geralmente ocorrem após mudanças abruptas de um meio, onde ocorrem extinções em massa, ou seja, "limpa-se o caminho" para aqueles que sobraram ocuparem novos nichos e assim evoluir, por meio dos mecanismos anteriormente citados.

Na maior parte do tempo, nosso mundo passa por calmarias (os períodos geológicos) e com isso há períodos de estagnação evolutiva, Essa é a razão de espécies durarem algumas centenas de milhares ou alguns milhões de anos.

X-Man é muito legal, mas esse tipo de padrão evolutivo jamais seria possível de ocorrer, uma vez que qual característica (Magneto, Volverine, Storm, Colossus, Mystique) seria vantajosa para o meio (bobo da corte) e para ocorrer a seleção sexual (rainha vermelha)?

Há também impossibilidades físicas para tal. Leia a Ciência dos Super Heróis. O único plausível seria Batman, porque é humano.

Assim, quando vc quiser discorrer sobre um tema, primeiro tem de conhecê-lo, para depois tecer suas considerações.

Também, recomendo o meu blog se quiser aprender um pouco como as coisas funcionam perfeitamente bem sem o envolvimento divino.

abraço

Anônimo disse...

Creio que para esse tal "Stan Lee" um dos criadores dos X-Men,não passa mais de um deboche ao criacionismo,é parecido com que já ouvimos falar em que Jesus é o Neo do matrix.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Banners